3 cenários que podem afetar a logística em 2018

Passo a passo para reduzir seus custos logísticos
8 de março de 2018
Ebook Cabotagem no Brasil
Ebook: Cabotagem no Brasil 5 dicas para quem quer se dar bem no modal
24 de abril de 2018

Para lidar com as reviravoltas da logística é preciso estar bem informado. Poucos sabem, mas uma das apostas para o transporte logístico brasileiro em 2018 está no transporte fluvial, por exemplo.

Esta informação é TranspoBrasil, empresa especializada no desenvolvimento de soluções para a gestão de fretes e logística de embarcadores.

Mas devemos estar atentos a quais cenários para este ano? Quais os aspectos que podem influenciar a tomada de decisões?

Se desenham novas conjunturas econômicas e políticas e novas perspectivas de mercado. Entender esses desenhos pode trazer impactos positivos ao seu negócio.

Cenário político: incertezas

Desde 2016 vivemos momentos conturbados na política. Em 2018, as eleições presidenciais ganharão grande destaque.

As oscilações da atividade política influenciam diretamente o andamento de todas atividades do país, e a logística não foge de sofrer esta consequência.

Sempre precisamos adotar um tom de otimismo, mas a realidade mostra que as possibilidades de avanços concretos em ano eleitoral são pequenas.

Isto acontece porque as campanhas eleitorais costumam atrair os principais esforços, os recursos e as atenções.

“É pouco provável que em ano eleitoral sejam implementadas reformas estruturais ou se crie um ambiente institucional favorável à retomada do investimento privado, seja ele nacional ou internacional, o que acaba prejudicando a dinâmica de crescimento da economia”, afirma Fernando Ferrari Filho, economista e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

3 cenários que afetam as operações logística em 2018

Cenário econômico: retomada gradativa

Os números do crescimento não são os melhores, mas refletem que já existe um pequeno crescimento econômico.

O 1º TRI de 2017 apresentou alta de 1%. Porém, o 2º TRI mostrou alta de apenas 0,2% em comparação com os três primeiros meses do ano.

Apesar de termos fechado o ano passado em alta, com inflação controlada, outros aspectos precisam ser observados, como: recessão, ajuste fiscal, desemprego, inflação e dívida pública.

Esses pontos impactam na operação, no volume de produção e na qualidade do serviço das empresas. Para avaliar qualquer negócio ou investimento eles precisam ser considerados.

Para quem opera com logística o principal ator é a indústria e o consumo. As expectativas de ambos interferem diretamente no serviço e na capacidade de atender demandas logísticas.

Indústria

Nos últimos dois anos a indústria teve desempenho negativo, creditado em grande parte ao setor da construção civil.

Para 2018, a expectativa é de mudança do quadro.

Em outubro, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) medido pela CNI chegou a 56 pontos, ficando acima da média histórica (e dos 50 pontos, o que indica empresários mais otimistas em relação ao desempenho presente e futuro tanto das organizações quanto da economia).

Porém, em pesquisa feita pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), mais de 2,4 mil companhias em todo o País, apontaram os cinco maiores obstáculos para a retomada das atividades e investimentos:

  • Carga tributária muito alta
  • Demanda interna fraca
  • Inadimplência de clientes
  • Falta de capital de giro
  • Taxa de juros muito alta

Entender este cenário é muito importante para a ação das empresas logísticas como suporte na recuperação econômica das indústrias.

Consumo

O consumidor é a válvula principal do crescimento econômico.

Sem consumo não há desenvolvimento e renovação da atividade produtiva. Por isso, os índices de consumo estão diretamente relacionados com o cenário de crise econômica enfrentado pelos brasileiros nos últimos anos.

No segundo semestre de 2017 houve um aumento de 1,4% no consumo das famílias e alguns fatores apontaram para isto:

  • Crescimento de 2,3% da massa salarial real
  • Queda da taxa básica de juros
  • Inflação mais baixa
  • Aumento do crédito

As perspectivas agora, ainda mais com a Reforma Trabalhista que promete reduzir o desemprego e, por consequência, gerar novos ciclos de consumo.

 

Para quem opera com logística o principal ator é a indústria e o consumo. As expectativas de ambos interferem diretamente no serviço e na capacidade de atender demandas logísticas.

Cenário da Infraestrutura Logística: investir é preciso

A deficiência na infraestrutura é um problema histórico no Brasil. O grande Calcanhar de Aquiles do sistema logística são as rodovias.

Apesar de mais 60% das cargas brasileiras serem transportadas pelo modal rodoviário, o país não tem uma infraestrutura capaz de absorver esta demanda.

“A queda na qualidade das rodovias tem relação direta com um histórico de baixos investimentos em infraestrutura rodoviária e com a crise dos últimos anos”, afirma o presidente da CNT (Conferação Nacional dos Transportes), Clésio de Andrade.

A tendência é adotar modais que apontem para um crescimento com longevidade e planejamento.

É o caso da Cabotagem, que vem sendo apontada como um dos modais que mais tendem a crescer na movimentação de cargas brasileiras.

O modal exige menos manuseio e oferece menores riscos de roubos e avarias da carga.

A expectativa é que, gradativamente, o modal desafogue as rodovias, gerando menor impacto ambiental. A redução de custos em relação ao transporte rodoviário é entre 20% a 30%.

Estes 3 cenários que apresentamos irão desafiar seus negócios. Por isso, é importante adotar parceiros estratégicos para uma logística interna bem planejada e bem executada.

Para isto, conte com os serviços da Unity Logistics. Somos especialistas em Cabotagem e vamos te dar novas ferramentas logísticas para alavancar vendas.

Entre em contato e veja o que podemos fazer por sua empresa.

Que venham mais desafios.

Abraço aos navegantes!

Jonathan Amaral
Jonathan Amaral
Atua em cabotagem há mais de 5 anos, tendo trabalhado com operações e na área comercial. Faz parte do time de vendas da Unity Logistics.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *